Bem-vindos


Seja bem-vindo ao mais novo blog de sexo da Cidade de Parauapebas-Pará e Recife-PE. conteúdo diversificado que atende a diversos gostos. Tudo muito prazeroso.

Os conteúdos multimídia disponíveis no Homens & Segredos são disponibilizados livremente na internet ou cedidos pelos nossos punheteiros, pelo que, não temos qualquer responsabilidade sobre eles.
No caso de algum dos elementos ter sido colocado indevidamente, envia-nos o teu pedido e a respectiva justificação para efetuarmos a sua remoção.

Estamos em busca de pessoas que tem interessem em trabalhar conosco na manutenção deste blog. Interessados, entrar em contato pela pagina Contato.

Amigos

nosso

outpersonals

Visitas On-line

Como usar aneis penianos

Para quem não sabe, são anéis colocados na base do pénis com vários objectivos. Podem ser de borracha, metal, couro...  Aumentam o tempo até à ejaculação, aumentam ligeiramente o diâmetro da pénis (pela intumescência), aumentam a sensação de ejaculação e pode ser usado como forma de compensar alguma falta de dureza na erecção. Seja qual for o seu motivo, alguns cuidados impõem-se...  antes, durante e depois.

Os cuidados a ter são alguns. Nada de especial desde que se esteja efectivamente atento.

- Prepare-se: Se você for usar um anel de borracha coloque-o, por exemplo, por algumas horas em volta de uma embalagem de champô de maneira aumentar o diâmetro. Masturbe-se ou fantasie para obter uma erecção pois os anéis são mais facilmente colocados em pénis semi-erectos.
- Lubrifique. A colocação do cock ring é mais fácil se estiver com o pénis semi-erecto. Aproveite a colocação do gel para se masturbar por exemplo.
- Coloque apenas quando estiver semi-erecto. Por estranho que pareça, é mais fácil colocar um cock ring num pénis semi-erecto. Coloque primeiro um dos testículos, a seguir o segundo e, por fim, o pénis.
- Masturbe-se. Assim que estiver acostumado ao cock ring, masturbe-se. Aumenta a erecção, permite acostumar-se à sensação e pode ser usado como forma de aumentar a intimidade.
- Divirta-se muito. Parece-me que não precisa de explicações nesta parte.
- Ao retirar: Um cock ring não deverá ficar colocado mais de 20 minutos. Se porventura quiser mais tempo, faça uma pausa, retire o cock ring e repita o processo. Pode parecer aborrecido, mas disto pode depender a saúde do seu pénis.
 - Retire ao fim de 20 minutos. Pause. Repita o processo todo. O cock ringprovoca um garrote pelo que a irrigação do pénis não se faz como habitualmente.
- Vigie a cor e temperatura do pénis. Pode parecer difícil, mas basta fazer uma pausa. Um pénis de cor escura ou frio não é normal e é considerado, caso não passe, uma emergência médica.
- Vigie a sensibilidade. Embora possa já estar acostumado à sensação, uma perda completa de sensibilidade não é natural.
- Se necessário use gelo. Ao retirar o cock ring, se a erecção teimar em permanecer, use gelo para esta diminuir.
- Esteja atento após. Embora possa ser difícil, principalmente se já ejaculou, esteja atento ao seu pénis depois de retirar o cock ring. Um pénis cuja erecção não desce, se se mantém com alterações de cor, temperatura ou sensibilidade ou se, eventualmente, tem dores insuportáveis, é sinal que tem de recorrer a um serviço de urgência.
- Cuidado com a frequência. Um uso prolongado ou um anel demasiado apertado podem provocar pequenas lesões na micro circulação e provocar dificuldades futuras na erecção.

Como em tudo, ponderação é a palavra-chave. Sim, mesmo no calor do momento, ponderação. Não queira tornar um momento de prazer no seu último.

Dotados Negros do Brasil

Esse dois machos negros gostosos e hiper dotados se pegam no maior tesão após se chuparem pra valer o ativo soca seu rolão enorme e grosso no rabo do passivo metendo pra arrombar deixando o pauzudo todo fissurado com muita pirocada.






Estes dois machos são super demais. Dois parrudos dotados que se deliciam no perfeito 69.
Um deles se chama Fernando.

Frango assado

A serie  Kama Sutra: posições sexuais intensas, difíceis e prazerosas continua agora aqui no blog...
POSIÇÕES PARA O SEXO GAY

Frango assado:

Se essa posição fosse um automóvel seria um sucesso de vendas, ainda mais que é flex, ou seja, dá pra incrementar com umas variadas tal como o ativo segurar os pés do passivo enquanto vai fodendo. Ou o ativo apoiar suas mãos sobre a parte posterior das coxas do passivo o que faz com que a bunda fique bem posicionada e parada.



Essa posição talvez seja uma das preferidas porque permite a ambos inclinarem-se para se beijar. Para o ativo o fato de poder dobrar o corpo permite que ele é quem tome a iniciativa de além de beijar poder acariciar com sua língua a nuca, os mamilos e passar a língua nos pelos do sovado do passivo.




Mais rudemente o ativo pode olhar na cara do passivo e perguntar pra ele se está gostando de dar o cú, bem como o ativo pode cuspir na cara do passivo e até dar uns tapinhas nele. Evidentemente se isto estiver no contexto, da permissão e do entendimento de cada um, embora eu acho que entre quatro paredes vale tudo, nem o ativo nem o passivo tem que fazer o que não quer e o que não sente tesão.




Vou te dizer uma coisa, sexo é bom mas como é um tipo de comunicação, sim, um tipo de comunicação entre dois homens, por isso tem que haver sintonia, igual a um rádio. Se não houver sintonia não adianta ficar aumentando o volume e mudando de estação. Faça você o que tem vontade mas ninguém é obrigado a aturar sua ignorância, por mais pau grande ou cú apertadinho se tenha.



Esta posição é do tipo que a rola do ativo consegue ser enfiada total e completa até os bagos encostarem na bunda e os seus pentelhos servirem de almofada indicando que todos os centímetros de pica entraram. Se o ativo sabe que o lugar do cú do passivo mais sensível é a portinha, pode preferir fazer vai e vem só a parte da ponta até a metade do seu pau, em vez de atolar tudo dentro.



O passivo tem a deliciosa possibilidade de bater uma punheta enquanto é fodido ou usar as mãos para acariciar o ativo. Se o ativo sinalizar que gosta, o passivo consegue fazer nele um fio terra fazendo o ativo gemer loucamente afinal está tendo estímulos no pau e no cú ao mesmo tempo.



Uma vantagem dessa posição é que o ativo rapidamente pode tirar o pau do cú do passivo e, em vez de gozar dentro, pode gozar na barriga ou em outra parte do corpo do passivo, como por exemplo, se não houver risco,  gozar na boca para o passivo poder beber o leitinho. Outro final possível é os dois baterem bronha e gozarem juntos e acabar tudo numa bela melação e  cheiro de porra espalhando-se no ar.



Uma modificação diferente da posição de frango assado (imagem abaixo) é o passivo segurar seus próprios pés de modo que o ativo, em pé, tenha total liberdade de movimentos para meter do jeito que quiser. O ativo pode usar as suas mãos para abrir pros lados a bunda do passivo de modo a deixar o cú bem exposto e vulnerável, bem como enquanto vai metendo dar uns tapas na bunda do passivo, toma safado!




De quatro:

O passivo fica de quatro o que significa que seus joelhos e mãos estão servindo de apoio mas há também variantes nessa posição. Portanto, mesmo que o ativo não pare de foder o passivo pode movimentar-se, como por exemplo, apoiar os cotovelos na cama ou deitar-se de modo que encoste a cabeça na cama.


Também é possível que o passivo, erguendo-se, fique com as mãos livres para bater uma punheta ou apoiar-se numa parede ou no sofá, ficando sempre de joelhos apoiados. Como a pirocada nesta posição tende a ser mais forte aconselha-se tanto ao passivo quanto ao ativo encontrarem um apoio que dê sustentação.


Com o rolar da foda, em passivos nem tanto atléticos, dá um certo cansaço ficar de quatro durante muito tempo, assim sendo são bem vindas as variantes da posição de quatro porque permitem continuar a foda sem que o passivo sofra câimbra ou dormência nos braços ou pernas.


Para aliviar o peso sobre o passivo, o ativo pode também alternar sua postura, por exemplo, fazendo o doggy style brasileiro (imagem acima). Com relação ao prazer, tanto físico quanto mental, a posição de quatro é muito satisfatória, eu digo isso porque esta posição oferece ao ativo satisfazer seu desejo de posse e mando e quanto ao passivo, faz se sentir realizado por estar satisfazendo sua necessidade de ter preenchido o seu vazio interior (do seu cú e alma).


Se o ativo é daqueles que demora pra gozar pode acontecer do passivo não conseguir manter-se de quatro, "desabando" na cama. Tudo bem, é só deitar-se tomando o cuidado de manter a bunda elevada.  Se o passivo se deitar completamente deixa de ser a posição de quatro e passa a ser posição papai-e-mamãe.


Sempre há a possibilidade do passivo recompor a posição de quatro, basta voltar a dobrar o corpo de modo que os joelhos e braços fiquem a 90 graus. Uma vantagem dessa posição é que facilita ao ativo passar e ver se a quantidade de lubrificante no cú é a do seu gosto, bem como permite que ele veja o empalamento do passivo, centímetro a centímetro, o que certamente aumenta o seu tesão de meter.


O ativo na posição de quatro fica com mais possibilidades, por exemplo, pode ficar em pé enquanto mete a vara (imagem acima), bem como pode colocar um dos pés sobre a cama ou sofá. Ainda o ativo pode subir na cama e lá apoiar ambos os pés ou mesmo ficar de joelhos na cama. Uma variante da posição de quatro (imagem abaixo) é o passivo ficar de joelho no chão e apoiado na cama.


Eu acho que nunca transei, como ativo ou como passivo, sem fazer a posição de quatro. A minha preferência por esta posição sexual é quando sou ativo. É que eu sou meio preguiçoso, quando sou o passivo, de manter meus braços apoiados e tendo a desabar na cama. E tem o fato de que a posição de quatro permite a pica entrar profundamente arregaçando as pregas, e eu não curto muito ficar com meu cú arregaçado.



Papai e mamãe:

Missionário é outro nome para essa posição, muda o nome mas é a mesma coisa: passivo deitado de barriga pra baixo e ativo deitado sobre ele enfiando a neca no toba. Para mim, sou sincero em dizer, quando estou fazendo papel de ativo e cheguei no ponto da transa que eu quero gozar, eu peço pro passivo ficar na posição papai e mamãe. Vou prestando atenção em cada estocada e vou metendo sem tirar nenhuma vez, até gozar.




O que acontece é que gosto que o passivo fique bem quieto e relaxado, pronto pra sentir meu pinto atritando seu cuzinho. Quando sou passivo gosto de ficar paradão e deixo o ativo fodendo como quiser, enquanto isso fecho os olhos e fico expectador da rola deslizando dentro de mim. Sinto perfeitamente cada centímetro de pica se movimentando dentro de mim, essa é, para mim, a maior vantagem dessa posição.



Estava eu acompanhando um amigo que queria comprar um carro da VW e entramos numa concessionária famosa de Belo Horizonte. Uma mulher veio nos atender, toda hora ela falava "Ô amor" no começo de uma frase. Tipo: "_Ô amor, se comprar o carro você ganha um tapete!" ou "_Ô amor, o outro modelo tem air bag." A última coisa que eu, gay 100%, preciso é de uma mulher me chamar de amor.



Durante o sexo, pra mim, acontece o mesmo. Não gosto de "amor" hora nenhuma, nem quando dou, nem quando como. Acho que até pra foder tem que usar a inteligência, por isso se alguém quer dizer algo, vão estas dicas do que falar na foda.



Primeiro, e principalmente, o passivo deve elogiar o ativo, e vice-versa, o ativo deve elogiar o passivo. Tipo "_Você é demais, você acaba comigo!" ou "_Seu pau é maravilhoso./Sua bunda é muito gostosa." É incrível como algumas poucas palavras produzem tão grande efeito.


Segunda opção do que dizer: não diga nada, gema! Isto mesmo, gemido é algo que diz muita coisa por si só. Assim como uma imagem vale por mil palavras, um gemido vale por mil palavras. Gemidos são entendidos como sinal de aprovação e de estímulo. Mas se soar exagerado ou falso, produz resultado oposto e a transa vai desandar.


Terceira opção: dar ordens ou orientações do que você gosta na transa, por exemplo, quando o ativo vai metendo dizer "_Vai, chupa meu peito!" ou o ativo dizer "_Aperta esse cuzinho...". Tomando-se o cuidado de não insistir toda hora para não dar a impressão que está faltando algo na transa. Pode parecer que você acha que o cara não sabe transar.


Você sabia que a igreja católica só admite esta posição sexual para ser praticada por heterossexuais, as outras posições são proibidas? Todavia pesquisas sobre comportamento sexual heterossexual apontaram que 27% dos casais aderem regularmente a esta posição. Entre os gays não há estatística à respeito, mas por experiência própria, digo que é praticada sim, mas não é a posição preferida.


Na Grécia antiga os homens praticavam entre si 95 posições sexuais diferentes, espero postar mais sobre posições sexuais gays, você vê que tem ainda muito mais material para a gente curtir. Até lá!